Departamento de Engenharia Electrónica e Informática
Imagem Aleatoria

Mestrado em Engenharia Informática

Objectivos do curso

O objectivo do Mestrado em Engenharia Informática é o de complementar a formação sólida e de banda larga adquirida durante um primeiro ciclo em Engenharia Informática, ou equivalente, com uma formação avançada em áreas relevantes das Ciências de Engenharia Informática e em outras áreas transversais. Designadamente são objectivos do Mestrado:

  • A satisfação dos pressupostos de Bolonha nas suas várias vertentes, incluindo metodologias de ensino, a duração dos ciclos de estudo, a empregabilidade e a mobilidade dos alunos;
  • Oferecer formação directamente relacionada com as reais necessidades do mercado empregador;
  • Captar o interesse em frequentar o segundo ciclo do maior número possível de alunos do primeiro ciclo, quer da Universidade do Algarve, quer de outras universidade nacionais e estrangeiras;
  • Cultivar o interesse pelas actividades de investigação e oferecer a formação necessária à frequência num terceiro ciclo de formação conducente ao Doutoramento;
  • O reconhecimento do curso pela Ordem dos Engenheiros.

Organização do curso

O curso de Mestrado em Engenharia Informática tem a duração de 2 anos. Cada ano exige um esforço de aprendizagem equivalente a 60 ECTS, perfazendo um total de 120 ECTS.

O curso é constituído por um conjunto organizado de unidades curriculares, denominado curso de mestrado, a que corresponde 70 créditos ECTS e por uma dissertação de natureza científica ou um trabalho de projecto, originais e especialmente realizados para este fim, ou um estágio de natureza profissional objecto de relatório final, a que corresponde os restantes 50 créditos ECTS.

O modelo de formação do curso de mestrado é composto pelos seguintes conjuntos de unidades curriculares:

  • Unidades curriculares obrigatórias – Conjunto de unidades curriculares de frequência obrigatória consideradas essenciais na formação avançada de um Engenheiro Informático (30 ECTS).
  • Unidades curriculares opcionais – Conjunto de unidades curriculares optativas, num total de 40 ECTS. Estas unidades poderão ser escolhidas individualmente ou por área temática.
  • Competências Transversais (soft-skills) – Duas unidades curriculares de áreas científicas transversais (10 ECTS). Uma destas unidades integra as unidades curriculares obrigatórias enquanto a segunda é do tipo opcional.
  • Dissertação – Tese de natureza científica ou um trabalho de projecto, originais e especialmente realizados para este fim, ou um estágio de natureza profissional objecto de relatório final, a que corresponde os restantes 50 créditos ECTS. Em qualquer dos casos, a Dissertação deve ser realizada individualmente por cada aluno sob orientação de um Doutor.

 

As unidades curriculares opcionais podem ser oferecidas em grupos temáticos (eg, grupo temático de Sistemas de Informação e Bases de Dados ou grupo temático de Redes de Computadores ou grupo temático de Ciências da Computação) e são definidas e aprovadas anualmente pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências e Tecnologia;

O curso está registado na DGES com o nº R/B-AD-783/2007

Plano de Estudos Genérico

O plano de estudos genérico é o definido na tabela seguinte. Para cada ano lectivo é definido um plano de estudos específico.

Unidades curriculares Área Científica ECTS
1º Ano
Arquitecturas de Software I/SIBD 5
Comportamento Organizacional G 5
Computação Evolutiva I/CC 5
Programação em Lógica I/CC 5
Redes Neuronais e Sistemas Difusos I/CC 5
Redes sem Fios I/R 5
Opção I I 5
Opção II I 5
Opção III I 5
Opção IV I 5
Opção V I 5
Opção VI (Transversal) QAC 5
2º Ano
Opção VII (Transversal) I 5
Opção VIII I 5
Dissertação I 50

 

Áreas Científicas:
I/SIBD – Informática, Sistemas de Informação e Bases de Dados
I/CC – Informática, Ciências da Computação
I/R – Informática, Redes
I – Informática (instanciada numa das três áreas anteriores)
G – Gestão
QAC – Qualquer Área Científica

 

Perfil de Competências

O Perfil de Competências Gerais do Mestre em Engenharia Informática desenvolve-se ao longo de quatros componentes fundamentais: (i) Saber (conhecimento teórico), (ii) Saber Fazer (conhecimento técnico-profissional), (iii) Saber Fazer Social (Competências sociais e relacionais) e (iv) Saber Aprender (Capacidades cognitivas).

O Mestrado em Engenharia Informática da Universidade do Algarve promove o desenvolvimento das competências gerais dos seus estudantes em cada uma das vertentes acima enumeradas. Designadamente:

  • Consolidando conhecimentos em Ciências de Engenharia e em Ciências de Engenharia Informática;
  • Capacidade para sintetizar e analisar dados, desenvolver experiências científico-tecnológicas e resolver problemas utilizando criteriosamente os recursos disponíveis, nomeadamente os associados aos meios informáticos;
  • Capacidade de comunicação, oral e escrita, de dados, ideias, problemas e soluções a diferentes audiências e em particular a audiências especializadas na área da Informática;
  • Sentido de responsabilidade e ética profissional;
  • Capacidade para trabalhar em equipa e de se adaptar a mudanças tecnológicas através de um desenvolvimento curricular contínuo e autónomo.

O Mestre em Engenharia Informática está habilitado a demonstrar competências específicas em:

  • Análise, projecto e desenvolvimento de sistemas de informação
  • Paradigmas e linguagens de programação relevantes;
  • Gestão de sistemas de informação;
  • Técnicas avançadas de resolução de problemas;
  • Tópicos avançados de segurança em redes e em sistemas de informação;
  • Gestão de projectos de sistemas informáticos;
  • Projecto de sistemas inteligentes para resolução de problemas complexos;
  • Projecto e gestão de redes;
  • Extracção de informação relevante a partir de grandes volumes de dados

 

Saídas profissionais

O Mestre em Engenharia Informática pela Universidade do Algarve é competente para actuar no Mercado, entre outros, como:

  • Arquitecto de sistemas de informação
  • Consultor em Informática e Segurança
  • Director técnico de Informática
  • Engenheiro Informático
  • Engenheiro de Sistemas
  • Engenheiro de Conhecimento
  • Engenheiro de sistemas de apoio à decisão
  • Formador
  • Investigador em Ciências Informáticas

Habilitações de acesso

Poderão candidatar-se ao curso de Mestrado em Engenharia Informática:

  1. Titulares de uma licenciatura nas áreas da Informática, Engenharias, designadamente Engenharia Informática, ou áreas afins; os candidatos que não tenham formação adequada na área da Informática poderão ter que obter aprovação às unidades curriculares que lhes permitam adquirir essa formação. Estas unidades curriculares serão indicadas pela Comissão Coordenadora do Mestrado.
  2. Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo;
  3. Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve;
  4. Detentores de um currículum escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve.

Esclarecimentos Adicionais

Para quaisquer esclarecimentos adicionais deve ser contactado, em primeiro lugar, o Secretariado de Mestrados da Faculdade de Ciências e Tecnologia através do endereço de e-mail: Mestrados FCT <mestradosfct@ualg.pt> ou a Comissão Coordenadora do Mestrado que é constituída pelos Professores:

Mais Informações

http://cursos.ualg.pt/MEI/

MSDN Academic Alliance

Academia Cisco


Visual Paradigm Academic Partner Program has made possible the use of VP at University of Algarve for educational purpose.

PlanetLab